segunda-feira, 31 de agosto de 2009

A URTIGA

AS URTIGAS
São plantas herbáceas da familia das urticareas,conhecida pelo efeito irrantedos "pelos"das suas folhas.As duas espécies diferenciam-se claramente:Na urtiga dioica as inflorescências(sementes)formam bouquets que nascem na parte de inserção(que liga a folha ao caule)o pecíolo das folhas é mais largo e a planta é muito maior,uns 150 cm.
Em contrapartida,a ortiga urens tem as inflorescências aredondadas,mesmo debaixo das folhas, são muito maiores e têm uns pecíolos muito pequenos,sendo o tamanho da plantamuito menor do que a sua "prima"cerca de 60 cm.

Ambas têm as mesmas properiedades.Também há quem chame de urtiga maior á dioica e urtiga menor á urens.Podem ser usadas frescas ou preparadas.
No norte de Espanha são fáceis de encontrar na altura das chuvas,(humidade),mas no sul só crescem em zonas frescas,e sombrias,e em terras com um alto nivel de matéria organica.

Uma opção para aqueles que apenas a encontram sazonalmente é colhe-la, secá-la e preparar infusões de urtiga.Quando secas,conservam-se num recipiente e fechado herméticamente.
A infusão em água,pode ser dada ás nossas aves sem qualquer problema,eu vou acrescentar algumas gotas de vinagre de maçã(cidra) para evitar a degradação da água.
Pode-se conservar no frigorifico por longos periodos,mas eu recomendo fazer apenas o que seja consumido no momento.Outra opção muito recomendada é utilizar preparados aquosos e concentrados da planta.

A urtiga contém flavonóides (de acção antioxidante e anti-inflamatória),ácidos orgânicos,mucílagos,taninos,e histamina e serotonina nos pelos urtigantes.É anti-hemorragica e anti-anémica,tónica e reconstituinte,diuretica e depurativa,analgésica e estimulante na produção de glóbulos vermelhos.

Contráriamente ao que se pensou dos pelos urticantes,os tentilhões devoram-nas e comem completamente;inclusive se as apanhamos com raízes,também as comem.É conveniente colhe-las com raízes,com sementes,que são a primeira coisa que eles comem.
As urtigas são muito recomendadas para manter saudaveis as aves da fauna europeia,principalmente os pintassilgos,que são das espécies mais sensíveis.

texto copiado da revista Ornitologia prática

domingo, 30 de agosto de 2009

A PENSAR NA PRAIA!!!

Passei mais um fim-de-semana,sem ter conseguido ir á praia.Ainda me passou pela cabeça,agarrar na moto e dar um pulo á praia,nem que fosse só para dar uns mergulhos,mas sózinho chateou-me,e trabalho não me faltou.
Nem imaginam o que me custou,ver o meu pessoal ir para a culatra e eu com este calor ficar a lavar viveiros,e limpar voadeiras,e logo o que mais gosto de fazer.Nota-se.

Mas tinha de ser,não posso perder tempo.
Desarmei e lavei os meus 40 viveiros de criação no sabado.
só no domingo de manhã é que os acabei de montar.
Metade deles já tem canarios,amanhã devo de encher a outra metade.

Depois limpei todas as voadeiras(48 voadeiras,o que dá quase 100 tabuleiros),e troquei todas as grelhas.
Quase no fim do dia dois criadores amigos vieram-me visitar(o Carlos Leandro e o Manuel de Albufeira),e desde aí,já não fiz mais nada.Foi só observar a passarada,também tenho direito!não acham?

Fotos!eu também queria ter tempo para as tirar.
Peço desculpa,mas o tempo não dá para tudo,e não pensem que estive a brincar.Como só tenho grelhas suplentes para 3 voadeiras,tive de as lavar 3 vezes.Talvez um dia destes chegue a casa um pouco mais cedo,e leve a maquina fotográfica,para a garagem,e tire algumas fotos.

Tenho de tirar uma foto aos negros opala vermelho mosaico,o pessoal está a gostar bastante ,vamos ver se voçês também.
Realmente os machos são magnificos.Só tirei 5,e 1 deles nem sequer tem a minha anilha.(paciência)

Em relação ás fotos,já não prometo nada,agora vai ser surpresa.Assim até sabe melhor.

Um abraço
Carlos Faisca

terça-feira, 25 de agosto de 2009

FITOTERAPIA NA ORNITOLOGIA

A Fitoterapia
consiste no uso medicinal de plantas ou dos seus componentes activos para prevenir ou curar. Na realidade, o uso de plantas medicinais é o principio da medicina actual e muitas drogas usadas hoje são derivados sintéticos de origem vegetal. As plantas medicinais podem ser consumidas frescas ou de diferentes formas farmacêuticas, incluindo a infusão, decocção,tintura, xarope, creme, pomada, elixir, comprimidos, pílulas, etc.

Normalmente, os compostos úteis estão concentrados em algumas de suas partes e raramente toda a planta tem valor medicinal. No Ocidente, gregos e romanos já prestavam bastante importancia,ao poder curativo das plantas.

Por exemplo, Teofrasto escreveu dois tratados, o que constitui a mais importante contribuição da ciência botânica até ao Renascimento: Historia plantarum e De causis plantarum.

Mas sobretudo destaco Dioscorides, médico, farmacêutico e botânico da Grécia antiga, cuja obra De Materia Medica alcançou uma ampla divulgação e se converteu,no principal manual de farmacopeia durante toda a Idade Média e Renascimento.
Praticou a medicina em Roma,na época do Imperador Nero,ao serviço do qual que se tornou cirurgião militar, no exército romano, que proporcionou a oportunidade de viajar por todo o mundo e conhecer os efeitos da flora de muitos sitios. Obviamente, no caso das aves, sem falar na pequena ave não se estudou de maneira cientifica nenhum dos efeitos benéficos de todos as plantas que vou explicar aqui. Eu apenas tento fazer uma analogia com efeitos benéficos que ocorrem nos seres humano, porque é muito importante para mim manter nos meus pássaros o melhor estado de "felicidade" possível.

Há alguns anos estive a estudar na Holanda e lá tive a sorte de fazer dois cursos em agricultura biológica, um deles dedicado à pecuária. Naquele país, os termos de bem-estar animal eram comuns na década de 90, enquando em Espanha eram desconhecidos, mas neste assunto acrescentou o factor felecidade,segundo uma máxima em que um animal saudável, com uma dieta forçada,alojado nas dimensões adequadas à sua biologia,é mais feliz,como tal reproduzirá melhor. Evidente que sempre que se possa aplicar o factor felicidade em prisma antropológico, sujeito a quaisquer juízos de valor.

Talvez o elemento sério que a maioria de nós gostaria de mudar, com grandes receios em que as nossas aves pudessem voar livremente... mas a realidade é que a grande maioria dos aficionados,dispõe de um espaço limitado para a alojar as suas aves, por isso a opção será a de fornecermos do melhor e mais variado alimento para melhorar a sua qualidade de vida:
AVES FELIZES,ÊXITO Garantido.

Na natureza as aves reproduzem os padrões alimenticios adquiridos dos seus congéneros(progenitores).Contudo,a reprodução em canaris possibilita-nos fornecer uma infinidade de alimentos,variados em formas e texturas,que na no seu meio natural não comeriam ou nem sequer estariam acessiveis no seu habitat natural.
No meu modo de ver,o uso e fornecimento de plantas,ou preparados feitos á base delas,não é senão um retorno,ou o voltar ao seu meio natural,aproximando uma pequena parte da natureza aos seus descendentes,e de todas as outras aves que, pelo nosso esforço, perderam, há algum tempo atrás a liberdade,para nos darem satisfações egoístas de criadores de aves.Neste artigo descriverei algumas das plantas que utilizo para conservar a saude,alegria e felecidade das minhas aves.Creio que esta maneira de actuar prolonga a sua vida,dando-lhe mais vigor e resistencia ás doenças.
Evidentemente,não posso assegurar a acção especifica de cada alimento com rigor e metodo cientifico,mas em alguns casos pode-se afirmar a eficácia aparente ou subjectiva que envolve introducão de um novo elemento na alimentação das aves e a diferença mensuravel dentro do meu aviario,como por exemplo nos resultados sobre as criações e o crescimento das crias.
É muito importante destacar que,no caso das plantas que se utilizam serem apanhadas na nossa zona,em zonas agricolas,ou terrenos abandonados,para que exista a completa segurança de que não tenha havido tratamentos fitosanitarios que possam provocarefeitos absolutamente nefastos na saude das aves.
Algumas destas plantas são consideradas "ervas daninhas"
Embora para nós sejam mais parecida com "ervas de saúde"
texto copiado da revista espanhol Ornitologia Prática

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

TROCA DE GAIOLAS

Mais um fim-de-semana,em que a minha vontade era ir até á praia,o tempo tem estado espectacular,mas este ano é defenitivamente um ano em que a passarada tem estado em primeiro lugar.
Tinha programado a troca de gaiolas,e as coisas correram como eu programei.
Pedi ajuda ao meu filho para transportar as gaiolas,mas entretanto apareceu o meu amigo Reinaldo na altura em que as gaiolas estavam prontas a mudar,e em vez de ver canários,ajudou-me a fazer a troca.Chama-se a isto sorte,assim tudo ficou mais facil,e mais rapido.

Fiz a troca entre 5 voadeiras com 40 viveiros de garagens.
Só que tive de retirar canários,tirar comedouros,retirar e lavar estrados e tabuleiros,resumindo uma trabalheira daquelas,depois voltar a meter comedouros e tudo o resto,só hoje,ou amanhã,é que devo acabar de limpar os viveiros,e prepara-los para meter um canario em cada um.
Os 40 viveiros,enchem um pouco a garagem.Logo tiro umas fotos para verem como ficou.
Na garagem das voadeiras,fiquei com uma a mais,só tinha espaço para 4,como tal daqui a uns dias vou ter de dispensa-la uma a alguém.Nunca são demais,fazem sempre falta,mas fica no meio da casa,prejudicando a harmonia da garagem.

Se tudo correr como espero,na quarta ou quinta-feira é que terei então um canário por gaiola.Vou tentar tirar fotos,no próximo fim-de semana a alguns dos meus canários de 2009,porque este ano tenho a muda mais atrazada do que nos outros anos.

O aparelho do ar,também está quase pronto,falta colocar as grelhas,e um tubo de ligação da conduta,esta semana fica pronto.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

TROCAS DE GAIOLAS

Ontem e hoje além de meter os comedouros e bebedouros nas gaiolas novas.
Já fiz a transferência provisoria de todos os meus canarios que se encontravam nos 5 modulos de voadeiras,no total de 20 voadeiras de 1,20 x 0,50 x 0,50.As voadeiras já estão todas vazias.

Meti 3 canarios em cada viveiro,separados por idades,sexo e raça,para evitar ao maximo as picagens.Amanhã,vou lavar todas as banheiras,e colocar uma em cada viveiro,entretanto vou tirando toda a alpista das voadeiras retirar os comedouros e os tabuleiros,lavar as grades e os tabuleiros,para no sábado e domingo,fazer a troca das voadeiras com os viveiros da outra garagem.Depois vou logo lavando os viveiros para ir metendo os canários que vão acabando a muda.

Tem sido um ano de muito trabalho para mim,ainda não parei de fazer alterações.

Hoje é que estive a ver bem a minha passarada que estava na garagem nova.
Tenho castanhos pasteis já com a muda praticamente acabada,principalmente as femeas.
Em todas as raças,as femeas acabam a muda mais rápidamente do que os machos,o que é normal devido ás máscaras.

Nesta garagem apenas tenho 3 raças,uma delas é o castanho opala vermelho mosaico,raça que também melhorei bastante este ano.Tenho meia duzia de machos mais avançados na muda,gostei bastante deles.Algumas das femeas já tem a muda praticamente acabada.

Os castanhos vermelhos mosaico,estão um pouco mais atrazados,mas é sempre assim todos os anos.

Tenho bastantes castanhos pasteis,e quase todos iguais,que nem sei quais os que irei escolher para expor,logo vejo com calma,depois de fazer as trocas de gaiolas,mas vai me acontecer exactamente o mesmo do ano passado,vou demorar mais tempo a escolher os castanhos pasteis do que todos os outros.

Vão me desculpar,mas não tenho tido tempo para tirar fotos.Mas quando menos esperarem elas cá estão.
Primeiro está o bem estar dos meus canários,e tentar tudo para lhes proporcionar a eles,e a mim melhores condições.

Assim que fizer a mudança,mesmo que não apanhe os canários de 1 a 1 para tirar fotos,mas concerteza que tirarei algumas fotos ás instalações,e claro que irão aparecer alguns canarios.

O aparelho do ar ainda não chegou.Estou mesmo mo fim do mundo.Há que ter paciência.

Espero nas próximas criações ter tudo como eu idealizei.
Sonhar não custa,ao fim ao cabo é de sonhos que nós viovemos,sou lutador por natureza,como tal tudo farei para o conseguir.
Sei dantemão,que embora este ano me esteja a esforçar, e dedicar mais do que em qualquer outro ,também sei que terei de ter paciência,porque neste momento apenas estou a pensar nas minhas instalações.Só depois me vou dedicar com mais calma aos meus canarios.

Um abraço
Carlos Faisca

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

AS MINHAS NOVAS GAIOLAS DA TERENZIANI(105 VIVEIROS DE CRIAÇÃO)

Ontem,como eu previa,montei as 70 gaiola que me faltavam,e ainda deu para tratar da passarada.

As gaiolas são super fáceis de encaixar.
Foi tudo pensado ao pormenor,não há duvidas que mereçem o esforço financeiro por parte de qualquer criador que queira ter no seu canaril,material de boa qualidade.
Quem estiver com duvidas na aquisição novos viveiros de criação,estes são bastante funcionais,e de boa qualidade.O unico senão é o preço.

Há um ditado muito antigo,pelo qual sempre me tenho regulado,e penso até agora não me ter dado mal.O barato por vezes sai caro,e o caro quase sempre sai barato,depende dos objectivos e ponto de vista de cada um.Quem quer ter qualidade,seja em gaiolas ou em canários,tem de fazer um maior esforço financeiro, do que quem fica satisfeito com qualquer coisa.

Eu penso que quem não tem hipoteses monetárias,nem espaço disponivel,então adquire apenas a quantidade que consiga pagar e colocar no respectivo local,sejam desta ou de outra marca.

É preferivel tipo venderem uma grande quantidade de passarada para poderem adquirir umas boas gaiolas de criação num ano,(mas há N de marcas no mercado,semelhantes ás da terenziani, as de PVC também são optimas)no ano seguinte,logo adquirem então alguns bons casais,para renovarem o sangue.

Mas uma coisa é certa, é preferivel ter 3 ou 5 bons casais,dos quais possamos tirar filhotes com qualidade para expor,do que ter 40 ou 50 casais,e não termos alguns que nos agradem.

Quando tiver tirado as voadeiras da garagem,montado o aparelho do ar,e colocado os canários para finalizarem a muda nas gaiolas,aí sim irei concerteza fazer um filme do meu canaril,e tirar fotos de alguns dos meus canários.

No transporte tive uma ou outra com uns arranhões,mas nada de especial.
Tinha 2 calhas que cairam do camião,que ficarm um pouco torcidas,mas como as apliquei na parede,não houve problema.

Logo há tarde vou começar a meter os comedouros,já com comida,para ver se lá para quarta,começo a meter os canários nas gaiolas da terenziani,para poder tirar as minhas voadeiras da garagem,ficando agora a mesma apertada com tanta gaiola.Dando mais espaço aos corredores.

Estou a fazer todos os esforços,para separar os meus canários ,o mais rápido possivel,mas por vezes as coisas não dependem exclusivamente de nós.Na parte que me toca,penso ter cumprido,mas como todos devem de saber,por vezes,ou quase sempre demoramos mais tempo do que previamos a fazer qualquer obra,ou mudanças.Entretanto as férias por agora,acabaram-se,ainda tenho uns 10 dias para tirar quando precisar de tratar de assuntos relacionados com os canarios,como é o caso da viagem a Reggio Emilia,e a ida ao Mundial.
O tempo disponivel para a passarada a partir de agora é bastante mais limitado,como tal só poderei fazer mais qualquer coisa durante o fim-de-semana.




sábado, 15 de agosto de 2009

MONTAGEM DAS GAIOLAS

Férias!praia!qual quê?

A minha filhota,mais a mãe foram para a Culatra na sexta,mas eu fiquei a cumprir o meu dever.
Sexta e Sabado,foram passados na garagem a montar as gaiolas.
Na sexta-feira, montei as extruturas,mas tive ajuda do meu amigo Reinaldo que veio me ajudar na fixação da extrutura.Uma máquina a fixa-la na parede,até utiliza um nivel,com um raio vermelho.Em pouco mais de uma hora estavam as calhas montadas,e todas certinhas.Todas montadas exactamente á mesma altura dos suportes do meio. Que grande ajuda.Obrigado Reinaldo.

Dá para notar que no chão da minha garagem,há uma zona que não está nivelda,quem o montou,foi a olho,não utilizou nivel,nem reguas.Nota-se nos suportes do meio,lá para o final descair um pouco.
Hoje montei 35 gaiolas,pois é?só!

De manhã,ainda tive de ir a casa do Reinaldo,a pechão, buscar semente de germinar,para me desenrascar,porque o srºArmando Teotonio,tinha ficado de me trazer 2 sacas hoje de Lisboa,e afinal não veio.Entretanto,logo cedo,já tinha passado ,na loja do Picanço em Faro,mas estava fechada.Durante o mês de Agosto fecha ao sabado.
Entretanto tive de meter papa e agua nas duas garagens,dou papa 2 vezes ao dia,e além disso estive a limpar uma parte das minhas voadeiras.Não se pode facilitar.
Entretanto,de vez em quando,lá toca o telemóvel,apareceram também umas visitas(o Teixeira,e o Fernandinho),sabem como é o tempo voa.

Mas depois de jantar até fui dar uma volta por Quarteira com a minha Maria,para espairecer.(afinal até fui á praia)

Vamos ver se consigo montar as 70 que me faltam,amanhã(hoje),o que duvido.
Espera-me mais um dia daqueles bem quentinhos.
Boas férias pessoal,boa praia,dêem um mergulho por mim.Só lá vou no próximo fim-de-semana.

Carlos Faisca

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

FINALMENTE EM CASA


Estas gaiolas davam quase uma novela.

Afinal ontem o homem quando me pediu o porta-paletes,que realmente até precisava,para dar a volta ás duas paletes dentro do reboque,de maneira que o empilhador as pudesse retirar de cima,mas também fazia falta um monta-cargas para efectuar esse trabalho.

Eu já estava a ficar passado com esta historia toda,e muito mal contada por sinal.
As transportadoras estão-se a "cagar completamente para os clientes".

Cabe na cabeça de alguém trazerem 105 viveiros de criação,dando eu a direcção,dizendo que era para entregar numa garagem no centro da cidade,virem fazer a entrega com um semi-reboque,que eu depois logo meto a foto para não pensarem que eu estou a exagerar.

Ninguém me disse que precisavam de um monta-cargas,apenas de um porta-paletes,e apenas ontem á noite quando chegou,senão ontem á noite tinha logo tentado resolver o assunto.

O motorista não tinha mais nenhuma opção para me entregar o material,porque diz que um camião mais pequeno,que custuma fazer algumas entregas mais complicadas,não estava disponivel.

Recorri a um amigo que tem um armanzem junto á rotunda de acesso á via do Infante de Olhão que me desenrascou.

Por volta do meio-dia e meia lá chegou então o bendito camião ao armanzem.
Pensavamos nós que era só tirar as 2 paletes com o monta-cargas e meter em cima do camião dele.E seguir com o camião até minha garagem.

Qual quê,uma das paletes,já trazia uma tabua partida,algumas cantoneiras cairam logo,mas como estavamos mesmo pertinho do empilhador,retiramos mais algumas, que iriam cair.
As madeiras das paletes estavam cravadas com agrafos,mas estavam a desfazer-se completamente,a sorte foi o plastico envolvente,que se aguentou á bronca.

A carga tinha muito peso,tanto para as paletes como para o resto da extrutura em madeira que segurava o material,estava tudo mesmo a ceder.Eu estava azul,amarelo,vermelho,sei lá de que côr, passado dos carretos,a ver que as minhas gaiolas,caiam toda ao chão.

O motorista ajudou-nos sempre ate ao fim,foi extramante simpatico,também viu que aquilo se partia tudo.O meu amigo conduzia o monta-cargas,com o maior dos cuidados,eu de um lado,e o motorista do outro,enquanto o monta-cargas metia as paletes no chão,lá iamos apoiando a estrututa que parecia que ia ceder.

Com montes de cuidado, metemos as ripas que entretanto tinham caido por baixo das paletes,porque os agrafos não as aguentaram,para que elas se aguentassem direitas no chão.

Resultado foi até praticamente ás duas da tarde,(calor de torrar)a desarmar as duas paletes,peça por peça,e lá fui divindindo com calma em cima do camião do meu amigo.
Um tirava,o outro segurava de um lado,o outro do outro,aquilo só filmado.

Graças a Deus,que ontem não foi sexta-feira 13,senão estava feito.

Estacionei o camião,e fui ter com as sardinhas,que há mais de uma hora esperavam por mim.
Gosto muito dos meus canários,mas sem combustivel,a máquina não funciona.

Mal acabo de almoçar,e desço para dar a papa á passarada,chega-me uma visita,um criador português,mas que vive em França, perto do SrºGlemet.

Depois de conversarmos,e de lhe dispensar uns casais(castanho amarelo mosaico,homozigóticos),mas ainda por mudar,visto que ele não pode vir cá antes da criação,e eu também não vou passar na zona dele.

Ele cria com 4 raças melanicas,mas ambas s/factor,dei-lhe então,o contacto de 2 amigos meus,criadores das outras raças que ele tem,para ele os poder visitar.
Depois de dar uma vista de olhos na passarada,foram os castanhos pasteis que ele levou na cabeça.

Começei então a montar as extruturas do meio,e a fiquei-me apenas pela extrutura.O esquema está um pouco fraco,devia estar mais ao pormenor,ainda não percebi certas coisas,mas amanhã com calma,concerteza que irei descobrir.

Em breve terei de cumprir o prometido(as fotos),mas agora só depois de montadas as gaiolas,que espero tenham chegado numa boa altura.

Carlos Faisca

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

CHEGARAM A FARO,MAS NÃO HÁ GARAGEM

Boas noites.

Esta tarde esteve pessoal a montar as condutas para o aparelho da renovação do ar.
Embora ainda falte meter as grelhas e ligar o respectivo aparelho.

Perto das 9h da noite,chegou-me o tão esperado camião,com as minhas gaiolas...
A hora já não era a mais propicia para descareegar as gaiolas na garagem,visto que os canários já dormiam,mas como eu estou a precisar mesmo delas até aceitei a ideia.
Mas,qual o meu espanto,quando vejo chegar á rotunda do hospital,local onde combinei de me encontrar com o motorista,para o poder ajudar a chegar mais facilmente á minha garagem,um semi-reboque dos maiores.

Resultado,o tractor mal conseguiu entrar na rua,passou tangentens a vários carros,manobras para a frente e para traz,vi geitos do motorista arrastar algum carro,quanto mais chegar perto da garagem.
Ainda por cima não tinha um carrinho que pudesse transportar as paletes uns 300 metros até as trazeiras dos predios,onde tenho a garagem.Ainda perguntei a alguns vizinhos se tinham um carro que pudesse transportar as paletes,mas em vão.

Resultado,ainda não foi desta que tenho as minhas gaiolas na garagem.

Uma coisa é certa as minhas férias estão a acabar,e agora só poderei montar as gaiolas ao fim-de-semana.O motorista prometeu-me que amanhã pela manhã,irá tranferir as paletes para outro camião mais pequeno,que consiga chegar á beira da minha garagem.Assim o espero.
Que grande novela.

PS.(ainda não tirei as fotos prometidas,mas não estão em esquecimento)

Carlos Faisca

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

DESESPERADO Á ESPERA DAS GAIOLAS

Pois é!

Já eram para terem chegado no fim do mês,depois esperei que chegassem na sexta.
Mas afinal era hoje o dia da chegada,afinal parece-me que fica para amahã á tarde,ou quarta de manhã,não sei é qual a quarta.O problema é que embora a muda ainda não esteja acabada, preciso de separar os canários que pretendo expor,antes que se começem a picar.Embora estejam quase na penumbra.

Meus amigos quando encomendarem gaiolas,façam-no sempre com bastante tempo de anteçedência,porque os transportes por vezes armam-nos destas coisas.
Sabem como é,isto de viver no Algarve tem destas coisas,estamos no fim da linha.
Mas o nosso maior problema é quando queremos encontrar algo que precisamos,principalmente durante a criação.

Ou já acabou,ou estamos á espera,vem para a semana.Devido ao factor localização geográfica,aconselho a todos os criadores que vivem cá no Algarve,a comprarem a papa e todos os produtos relacionados com a criação antes que esta se inicie.Isto se quiserem continuar a dar a mesma papa e produtos,do inicio ao fim da criação.

Até parece que é o primeiro ano que dou corante aos meus canários.
Hoje morreu-me um macho pastel,com excesso de corante no figado.
Canário com quase 2 meses,só morrem da ultima criação.Pareço aqueles criadores maçaricos,que nunca deram corante na papa.Este de hoje até doia o coração,tinha um castanho incrivel,e o lipocromo estava como eu gosto,mas coitado não aguentou a doze.Quem tudo quer tudo perde.
Mas os da 1ª,e 2ªcriação estão a ficar á maneira.

É o 6 canario que me morre este ano por descuido,morrem quando estão a iniciar a muda,porque como são uns gulosos por papa,ou então porque não comem ainda bem as sementes.

Quem adquire um canário c/factor,por vezes quer que o criador os venda mais baratos do que os s/factor,mas não pode ser,além de termos de dar papa c/corante todos os dias(eu dou 2 vezes ao dia)os canários c/factor,criam menos bem do que os s/factor nas mesmas linhas.
Já não falando na parte economica do corante.Por esta razão é que cada vez menos criadores se estão a dedicar a canarios de factor vermelho.Que quando bem pintados,são de longe mais belos,do que os amarelos.

Eu falo por mim,estou a gostar tanto dos meus canários c/factor,que passo muito pouco tempo a observar os amarelos,é dar a comida e esta a andar.Embora também os ache bastante melhores do que os do ano passado,diferença mais notada,nos castanhos opalas amarelo mosaico.
Da qual se notam mais as melaninas principalmente nos machos.Esta sempre foi a minha raça preferida,mas não consigo ficar indiferente ao castanho e lipocromo dos meus castanhos pasteis.

Vão ter de esperar pelas fotos,porque sem gaiolas não há fotos.A não ser que tire mesmo a eles nas voadeiras.Então talvez amanhã se estiver disposto tire algumas,mas por agora só aos pasteis.Se encontrar uma gaiola propria para fotos que me agrade,irei compra-la,para poder frequentemente tirar fotos á pássarada,e poder meter no blog.

Um abraço
Carlos Faisca