sexta-feira, 9 de abril de 2010

OU GOSTAMOS OU NÃO AGUENTAMOS

Tenho tanta vontade de escrever como de entrar no canaril.
Já alguma vez se sentaram,com montes de coisas a fazer,sem saber por onde começar,e o que fazer?
Sim!porque se perguntarem, a um amigo ,ele manda dar o medicamento X,o outro manda dar o Y,mas se fores á net pelos sintomas que achas que os teus canários tem,dizem que deve dar o Z + Q ,afinal em que é que ficamos?
Arriscamos a dar um medicamento sem saber o que temos ao certo?
Ou será melhor não fazer nada,e continuar a ver se a situação melhora?
Já me aconteceu de tudo, como a quase todos os criadores que criam com N de casais,e principalmente que adquire vários canários a diferentes criadores,e não foi por isso que eu acabei,ou desisti,vou é ter de conseguir ultrapassar mais um problema.
Eu tenho a consciência que fiquei com casais demasiados para quem trabalha,porque os casais que eu tenho,precisava de dedicar todo o meu tempo na altura das criações aos meus canários,e eu não posso porque tenho de trabalhar,mas não é por ai,porque se as coisas correm-se bem,não havia problemas,tudo se resolvia, o tempo dava para tudo.

Primeiro acho que tive ovos brancos em demasiado na 1ªpostura,mas penso que isso também acontece a quase todos nós,mas depois quase metade dos galados, morreram na casca,sem conseguirem partir o ovo.Num caso destes pode ser várias coisas,desde falta de humidade,trovoada, ruídos,ou porque eles têm qualquer problema,eu inclino-me mais para o ultimo aspecto,agora saber qual,talvez alguma bacteriazita?

O ideal seria agarrar em um ou dois filhotes,e também 2 mortos dentro do ovo e mandar analisar,e aí sim se fosse preciso saberiamos o que dar, sem arriscar.

Mas como infelizmente aqui no Algarve não tenho essa hipótese, ou vou ter de fazer algumas tentativa, ou vou ter que me aguentar calmo e sereno,dar umas vitaminas, e fazer o melhor que souber.

O ano passado, adquiri apenas 3 ou 4 machos,e a criação correu relativamente bem, claro que tive alguns problemas, mas isso todos têm.
Não adquiri fêmeas fora,e praticamente todas as minhas fêmeas me criaram.
Este ano alem dos ovos brancos,dos canários que me tem morrido na casca,os canários que nascem tem algum problema, porque a maioria das fêmeas não lhes dão de comida,ou dão apenas 2 ou 3 dias,e algumas ate os jogam fora,e isto só acontece quando elas notam que os filhotes tem problemas,outros aparecem mortos debaixo dos outros.

Já separei quase metade dos casais, algumas fêmeas já querem iniciar nova postura,e é o que vai acontecer, vou deixar elas porem ,vou jogar fora os ovos brancos, e tentar tirar o que conseguir,mesmo se não conseguir aproveitar filhotes dos casais que tinha em mente,irei tirar de outros,e como só no fim é que se fazem as contas,vou ter de calma e muito sangue frio para ir jogando eu próprio logo os filhotes que vejo terem algum problema para o lixo.
É por estas e outras que eu só aconselho a criar canários quem gosta mesmo destas criaturas,senão á menor contrariedade cagam-se logo para isto.

Fiz o tratamento com o ESB3,e estou a dar um pouco de FP 20/20 na papa,e por agora não vou dar mais nada,mas amanhã,conforme as coisa forem acontecendo posso ter de mudar de ideias,e ser obrigado a fazer algum tratamento.Vamos ver como as coisas correm?

5 comentários:

Blog do Gould por Rui P. Azevedo disse...

Boas
Quanto aos filhotes morrerem dentro do ovo por não conseguirem quebrar a casca, talvez seja por excesso de cálcio ingerido pela fêmea, o que torna a casca dos ovos demasiado dura para os filhotes conseguirem quebra-la.

Um abraço
Rui azevedo

Carlos Faisca disse...

Boa noite

Tambem pode ser,e os mais fracos não terem força suficiente para Furar oa casca e depois quebra-la.Por acaso não tinha pensado nessa hipotese.
Um abraço
Carlos Faisca

Ricardo disse...

Boa Noite,

Desde já dou-lhe os parabéns principalmente pela dedicação a este hobbie, desejando-lhe melhores dias no que toca às criações deste ano.
Ora, estou a escrever devido ao uso do UL-250. Hoje em dia os benefícios do pro-biótico estão comprovados, contudo segundo os veterinários da área, os benefícios do UL-250 nas aves é mito.

Pessoalmente, no seu lugar consultava alguém devidamente especializado em aves. Dado o número de aves e o investimento, andar com suposições e auto-medicação não será o mais aconselhado. Tente contactar com a Dra. Cristina da exoclinic http://www.exoclinic.com.pt/. Tenho a certeza que o ajudará.

Às vezes é bom recorrer à ciência para complementar a experiência.

Boa sorte,

Ricardo Mendão Silva

matagueira disse...

boas,sr faisca,a mim tb esta me acontecer o mesmo,sobretudo canarias novas que nao dao de comer as crias,dao lhes so nos 2/3 dias e depois deixam nos morrer mas eu espeitei lhe um tratamento de fp 20 20 no buxo e ajudo os gaijos com seringadas,enfim mas eu tenho 30 casais...voce tem 145 hehe
viva o slb e o resto k se f....

matageira

Carlos Faisca disse...

Boa noite amigos Ricardo e Matagueira

Agradeço a vossa preocupação, mas eu já fui hoje há farmacia buscar 2 frascos de complexo B,é o que vou dar na água dos filhotes,e fp 20/20 na papa,sou teimoso,seja Mito ou não,alguns hão-de aparecer,neste momento quem tem de tomar os antibioticos sou eu,a eles dou-lhes vitamina E,e complexo B na água.
Ainda hoje falei com um amigo que me aconselhou um tratamento que ele já fez este ano tambem aconselhado pelo veterinario,mas como eu começei tarde,não vou ter muito tempo para fazer tratamentos á sorte como tal,e para já vou continuar e seja o que Deus quiser.

Como tenho já algumas femeas praticamente a comecarem a 2ªpostura,estou num grande dilema,como tal enquanto conseguir me manter tranquilo vou continuar com a minha filosofia,medicamento só em ultimo caso.Ao bico nada,o que tiver de morrer morre.

Como sou um individuo de fé,vou acreditar que com calma a coisa irá melhorar.

Um abraço
Carlos Faisca