sexta-feira, 18 de março de 2011

PIOLHO VERMELHO


Não há ninguém que não tenha alguns problemas nesta época, até porque se não tivessem isto ate perdia o interesse, como tal eu não fujo á regra.
Não pensem que lá porque este ano, tiveram este ou aquele problema, e mesmo que para as próximas criações alteremos os nossos métodos, façamos tratamentos com diferentes medicamentos, esse problema ate pode não aparecer, mas quase de certeza que vão aparecer outros. Porque ao fim ao cabo o objectivo é minimizar os problemas que nos vão aparecendo, ano após ano, não quer dizer que os consigamos controlar completamente.
Todos os anos há novas situações, diferentes problemas, e é isto que nos apaixona ainda mais por este hobbie, temos de estar sempre atentos, e não facilitar.

Há bastante tempo que não me morria um reprodutor, mas ontem tinha uma fêmea opala vermelha morta em cima de 5 ovos todos galados, mais 5 que não nasceram, porque como estava na gaiola de cima, já lá devia de estar há 2 ou 3 dias e eu nem reparei, a ultima vez que retirei o ninho tinha sido há 4 dias para verificar se os ovos estavam galados, apontando no meu livro que os 5 ovos estavam galados.
também uma fêmea pastel que estava a criar sozinha, e que o ano passado se portou lindamente, abandonou 5 filhotes, não sei porque carga de agua, estavam os 5 gelados dentro do ninho, aparentemente mortos, mas agarrei no ninho e meti debaixo duma fêmea com os ovos brancos, que os aceitou imediatamente, 3 deles, reagiram e hoje de manhã estavam vivos, vamos ver se a castanha lhe dá comida, espero que sim. Porque ao bico nem pensar. Nunca mais dou nada ao bico, ou tem força para pedir comida, ou é menos um.

Há fêmeas que se assustam por alguma razão, normalmente são ruídos estranhos, ou alguém estranho no canaril, ou porque os filhotes estão com problemas, e elas detectam, ou após anilharmos os filhotes, elas vêem o brilho do metal e tentam retirara-las das patas dos filhotes, ou porque elas são mesmo cabras, de vez enquanto lá vai um filhote para fora do ninho.
Convém sempre anilhar os filhotes á noite, se possível depois de já estarem alimentados, para que ela não se levante muitas vezes do ninho, e não note o brilho da anilha, e mesmo assim convém sempre pouco tempo antes de a luz começar a apagar, dar uma vista de olhos pelas grelhas, observando também os tabuleiros, no meu caso o rolo, porque alguns filhotes são tão pequenos que passam entre as grelhas. Filhotes caídos do ninho, raros são aqueles que se escapam, se ficarem toda a noite caídos, alguns ate com comida no papo, mas morrem gelados. De manhã convém ver novamente, principalmente todos os ninhos que anilhamos na noite anterior.

Mas o mais caricato é que eu nunca me lembro de ver piolho vermelho na minha garagem, daqueles muito pequeninos e que se deslocam super-rápido, ainda por cima na garagem das criações, ontem de manhã quando mexia num ninho, verifico que este tinha piolhos vermelhos, como é possível esta praga me aparecer aqui, garagem nova, gaiolas novas, tudo desinfectado, "passei-me".
Eu dei Ivomec 15 dias antes de acasalar, dou sempre antes de os mandar para qualquer exposição, e volto a dar depois de regressarem, ate aqueles que levei para o stand e não vendi, eu dei o ivomec antes de irem para as voadeiras.
Penso que foi trazido por alguma transportadora de alguém que me levou algum canário desta garagem, mas gaiolas de fora não vão entrar mais no meu canaril das criações, não se pode facilitar. Alguns criadores estão-se nas tintas para estes pequenos pormenores que acham não serem importantes, depois sem se aperceberem estão a "lixar" os outros.
O Ivomec, serve para combater os ácaros e os piolhos da pena, mas não o piolho vermelho, como tal tive de ir á farmácia comprar o FRONTLINE, medicamento que nunca tinha utilizado nos meus canários.O KILL RED, é mais barato e muito eficaz tambem para o piolho vermelho, mas como não sei onde o encontrar, e nestes casos não se pode perder nem 1 mn, como tal ataquei logo, porque se apareceu agora, imaginem no verão, com a força do calor!!!

Ontem em vez de ficar sentado no sofá, ou ir ate ao café ver o meu BENFICA, "optei" por ouvir o relato e ninho após ninho, retirar todo o material e pulverizar com frontline, e pó, fazendo uma pasta cor de rosa. Imagem fazer o mesmo a 145 ninhos!!!
Hoje vou apanhar um a um os meus canários, e aproveito dou novamente o IVOMEC, e depois dou algumas gotas de FRONTLINE no pescoço, no peito, e nas costas.
Ontem fui comprar uma embalagem de 250 ml na farmácia, e custou-me 25 eur, mas entretanto a embalagem gastou-se rapidamente, e dei um pulo á farmácia do Pingo Doce, comprando uma embalagem de 500 ml, por 39.80 eur, o que compensa para quem tem muitos canários.

3 comentários:

Carlos e Horácio Gonçalves disse...

Boa tarde,
Gostaria de lhe colocar um dúvida: este ano já me morreram 3 fêmeas com os ovos "encravados", existe algo que possa fazer para isto não acontecer?
Obrigado
Horácio Gonçalves

Carlos Faisca disse...

Bom dia SrºHoracio

Desculpe só agora lhe responder, mas no sabado fui ate Lisboa, e o domingo foi todo dedicado aos canários, e á noite fui ao café tar com uns amigos, como tal não vim ao meu blog.

Em tempos pensava que a couve e todo o que tivesse a ver com verduras eram fundamentais para evitar problemas destes, não quer dizer que não sejam bons, mas o certo é que deixei de dar verduras, há bastante tempo, e já quase me esqueci, quando foi a ultima vez que uma femea me moreeu com o ovvo atravessado, e so morreu porque eu ao tentar tirar o ovo, a madre saltou fora.

Penso que uma femea com uma boa alimentação, com calcio, vitaminas, sais minerais, grit e carvão vegetal(miudo) á disposoiçãpo, seja suficiente para que tal não aconteça.

Normaçlmente isto acontece quando os ovos vem muito grandes, embora na maioria das vezes seja ovos com má formação, ou seja de casca mole, talvez por falta de calcio, ou outro complemento que se deve dar, e continuara a dar, pelo menos ás femeas antes de as meter nas gaiolas de criação, e enquanto estiverem a criar.

um abraço

Carlos Faisca

Carlos Furtado disse...

Olá amigo, tenho 4 casais de canários belga, juntei os em março para fazerem criação já vou na 3 postura dos casais e até agora não consegui nenhuma cria eles passado 14 ou 15 dias nascem más depois no segundo Dia de vida morrem não sei o que se está a passar, o amigo não sabe qual é a causa disto?